Um dia em Mostar, na Bósnia Herzegovina.

Por Mariana Piana (do Sul)

Saimos de Dubrovnik na Croacia de manha e chegamos meio dia em Mostar. Ja na chegada o que nos chamou atenção eram predios em ruinas e cheios de marcas de balas nas paredes, resquícios da guerra recente. Outro aspecto que chamou atenção era a importancia do turismo para a cidade que esta em ascensão. Todos os primeiros pavimentos dos imóveis abrigam lojas de decoração, artesanato, cafés e restaurantes.

Mostar foi um importante centro comercial e de transportes durante o Império Otomano, no séc. XVI. É um destino a ser descoberto, uma gema dos balcãns em lapidação e uma fotografia passado multicultural da Europa. Sua arquitetura é uma mistura do Imperio Otomano, Mediterraneo e da Europa ocidenta,  possuindo algumas mesquitas, igrejas e sinagogas que no mesmo espaço convivem em paz.

Marcas da Guerra em Mostar - Bosnia Herzegovina
Marcas da Guerra em Mostar – Bosnia Herzegovina

1) Chegamos quase 13h e a primeira parada foi para um almoço. Escolhemos o bem avaliado e localizado Sadrvan, restaurante Bósnio. Fica há 50 metros da Stari Most, O ambiente é bem lindo e os funcionarios usam roupas tipicas! O único encomodo (nos balcãs em geral) é que é permitido fumar dentro de ambientes fechados, inclusive restaurante, daí vocês imaginam, ne?! Pedimos, uma salada deliciosa com feta cheese e o “Nacional Plate” que vem com varias especialidades da culinaria bósnia, como falafel, kafta, Ćevapčići com Kajnak (um tipo de kebab). Estava ótimo e saiu por cerca de BAM49 – Marco Bósnio (menos de R$110 para duas pessoas).

Indicação de restaurante em Mostar - Sadrvan
Indicação de restaurante em Mostar – Sadrvan
Café Bosnio, bem forte! Bosanska Kafa em Mostar
Café Bosnio, bem forte! Bosanska Kafa em Mostar

2) Depois do Almoço descemos até o Rio Neretva para ver de baixo o maior simbolo da cidade, a Old Bridge. A água do Rio é verde esmeralda de cair o queixo. Diversos esportes são praticados por ali, naquelas aguas geladas e até mesmo salto livre de 25 metros é realizado por homens corajosos do Mostar Diving Club por meros 25€ que os turistas curiosos desembolsam.

Rio Neretva e a Old Bridge de Mostar - Bosnia Herzegovina
Rio Neretva e a Old Bridge de Mostar – Bosnia Herzegovina
Rio Neretva e sua agua lindissima em Mostar - Bosnia Herzegovina
Rio Neretva e sua agua lindissima em Mostar – Bosnia Herzegovina

3) Subimos ate a Stari Most ou Old Bridge, toda de pedra e com uma arquitetura bem peculiar ela é considerada Patrimonio Mundial da Humanidade pela Unesco.

A ponte tinha 427 anos até protagonizar uma das cenas mais simbólicas da guerra da Bósnia, em 1993, quando foi destruída por bombardeios. Foi reconstruída em 2004 junto de outros prédios históricos tombados que ficaram em ruínas, a ponte voltou a ser ícone de Mostar e ligar as duas áreas da cidade, tornando-se simbolo de vitoria!

Old Bridge ou Stari Most - Mostar - Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most – Mostar – Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most - Mostar - Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most – Mostar – Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most - Mostar - Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most – Mostar – Bosnia Herzegovina

4) Passando a Ponte chegamos no Bazar da cidade, aquele que vende porcelanas, roupas, tapetes, bolsas, bijuterias, souverniers, comidas e bebidas mas que tambem comercializa artigos da guerra como balas, capacetes, cantil, uniformes, etc. Foi outro choque ver lojistas sobrevivendo de algo tão marcante e triste, mas conversando com um deles “foi a forma que encontraram para ganhar a vida e sair da pobreza que a guerra deixou” ele ainda complementou dizendo que “tem turista que nem quer comprar nada, pela historia que o objeto carrega, mas que compra para ajudar a população e acaba levando ou devolvendo a mercadoria”.

Bazar de Mostar - Bosnia Herzegovina
Bazar de Mostar – Bosnia Herzegovina
Bazar de Mostar - Bosnia Herzegovina
Bazar de Mostar – Bosnia Herzegovina

5) No final do Bazar, em uma entrada bem tímida escrita “Koski Mehmed- Pasina  Dzamija (1617), trata-se da entrada para a Mesquita Koski Mehmed Paša. Custa 6€ e você tem acesso à mesquita e ao miranete, que rende belissimas fotos da ponte e do Rio Neretva.  Ali tambem tem um belo visual, mesmo que você não tenha coragem de subir, assim como eu.

Koski Mehmed- Pasina  Dzamija (1617) - Mostar
Koski Mehmed- Pasina  Dzamija (1617) – Mostar
Koski Mehmed- Pasina  Dzamija (1617) - Mostar
Koski Mehmed- Pasina  Dzamija (1617) – Mostar

6) Depois de conhecer a Mesquita caminhamos por algumas ruas paralelas da principal e mais uma vez o choque com tiros nas casas e outras mesquitas. Voltamos para a rua de pedra principal e paramos para um cafézinho da tarde com uma vista lindissima da cidade antiga e descansamos. Atravessamos novamente a ponte e caminhamos até o outro lado da para admirar de outro angulo desta cidade linda!

cafezinho com o Rio Neretva e a Stari Most como vista - Mostar - Bosnia Herzegovina
cafezinho com o Rio Neretva e a Stari Most como vista – Mostar – Bosnia Herzegovina
DON'T FORGET '93 - Atravessando a Old Bridge ou Stari Most - Mostar - Bosnia Herzegovina
DON’T FORGET ’93 – Atravessando a Old Bridge ou Stari Most – Mostar – Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most - Mostar - Bosnia Herzegovina
Old Bridge ou Stari Most – Mostar – Bosnia Herzegovina

Final da tarde, pegamos o carro e dirigimos por 2 horas até SPLIT, na Croácia. Foi um dia intenso e inesquecível, cheio de historia e reflexão. Quem esta indo pra Croácia, não deixe de fora este lugar, você vai adorar!

Anúncios

Deixe sugestões e/ou comentários :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s